Painel

em
Dois pingos
se uniram.
Se borraram.
Experimentando, se curvaram:
boca-curva
boca-aberta
boca-línguas.

Tortos, decidiram ziguezaguear juntos,
coloridos
a descobrirem novas posições, novos rabiscos:
brincaram, pularam
cantavam desenhando
poesias
no ar nas roupas nos chãos nas camas nas ruas
no silêncio.

Um dia, o Sr. Tempo lhes veio visitar, e os interrogou acerca do Futuro.
Pingos azuis concluíram que o momento da mudança chegara.
Cinzas, inventaram a reta.
-E nunca mais desenhos, nunca mais rabiscos
nunca mais poemas-
Ponto

Anúncios

2 comentários Adicione o seu

  1. Oi, Beatrizlinda, cada vez mais apaixonante cada visitinha aqui: sempre maravilhoso. Tô indicando nas minhas páginas.Beijabrações

    Curtir

  2. renato disse:

    Poxa… que poema bonito!Um beijo.

    Curtir

!Inquiete-se!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s