sub-atração

“em mim vive um verso nascido da semente engolida pelo inverno em mim mora um tempo regado pelo vinho arrancado do verbo do chão em mim resta a poesia que escorre perene por entre as planícies da mão” (Nel Meirelles in: “Subtração”) ************ quisera eu ser verso semente do tempo, vinho lambendo o chão… quisera…

Pirâmide

não importa mais o que não foi o que não volta o “se” escondido embaixo do travesseiro não importa mais o risco o rabisco traçado pelo olho desenhando contornos só seus. Tão meus. não importa. eu vou construir aquela pirâmide que você me pediu para rabiscar em nossas agendas no dia da sua partida. e…

Passos passados

A Uma Passante Charles Baudelaire tradução Guilherme de Almeida A rua, em torno, era ensurdecedora vaia. Toda de luto, alta e sutil, dor majestosa, Uma mulher passou, com sua mão vaidosa Erguendo e balançando a barra alva da saia; Pernas de estátua, era fidalga, ágil e fina. Eu bebia, como um basbaque extravagante, No tempestuoso…

Vertigens

 do alto de meu penhasco pessoal, acredito na força divina que, um dia, ainda me conduzirá para baixo. irremediavelmente. alguns dias me sobram; alguns passos me assolam num futuro próximo; e os fantasmas apenas aguardam a coragem que sequer lhes confidenciei. entre as linhas já escritas e as besteiras do porvir, um salto: é a…