Fragmentos de vertigem – Parte 2

em

matisse_mulher.jpg

Agora eu quero falar do susto posterior:

numa madrugada tempestuosa
a criança forte com olhos de vidro me ligou
(e o buraco na boca do estômago mengoliu).

– não ter saída, nem medida: eis o que devora as entranhas-

Anúncios

!Inquiete-se!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s