Fragmentos de vertigem – Parte 2

Agora eu quero falar do susto posterior: numa madrugada tempestuosa a criança forte com olhos de vidro me ligou (e o buraco na boca do estômago mengoliu). – não ter saída, nem medida: eis o que devora as entranhas- Anúncios

Theogonia secreta do Caos

Apenas um ponto tão centro-mutação em equilíbrio desestrutura o eixo da polaridade humana: -UMBIGO- do trovão que fere a terra; da mudança cíclica ss-u-a-vv-e; do útero receptivo. (e, neste eterno centro, onde o espaço para tantas humanidades?)

Fragmentos de vertigem – Parte 1

(In)   Inexorável: Meu medo do óbvio; O fascínio do escuro; Minha vontade de mar. Indescritível: O vazio entre as bocas; Minha-Tua -que não é nossa- (i)lógica;  O eco do assombro. Inexigível: Aquilo a que te propunhas; O prato que não nos saciou; Tua fome about us. Inexplorado: O apelo dos sentidos; Os anti-reversos de…

ano um E A EXPERIÊNCIA DA MORTE VIOLENTA

Quando interrogado sobre o que faria se fosse sua cria, o inumano bestamente respondeu: “Não tenho filhos”.   ano  um E    S    P    E    C    I    A    L  homenagem —————– joão de abreu borges   Heliosol  existe alguma diferença entre essa criança que morre como um anjo em forma de João Hélio arrastada por um carro  (nenhuma dor é tão dura)  e…